Ministro da Agricultura da Síria: terroristas vendem nosso trigo aos países vizinhos

© Sputnik / Aleksei Malgavko / Abrir o banco de imagensУборка пшеницы в Омской области
Уборка пшеницы в Омской области - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nos últimos anos, a agricultura síria tem passado grandes dificuldades. Isso foi provocado não apenas por perda da safra e pelas operações militares no território do país, mas também pela impossibilidade de transportar os produtos colhidos aos depósitos especiais e ao mercado consumidor. A situação com o trigo é um exemplo muito notável.

O ministro sírio da Agricultura Ahmed al Kadiri disse em entrevista à Sputnik Árabe que, antes da guerra, o país colhia em média 850 mil toneladas de trigo, mas nos últimos anos este indicador diminuiu para 300 mil toneladas.

O ministro disse que "a maior dificuldade é o transporte da safra recolhida até aos depósitos do trigo. Os terroristas bloqueiam os caminhos dos granjeiros e tiram à força a sua carga preciosa, que depois será vendida (a preços reduzidos) aos países vizinhos".

Bandeiras da Rússia e da Síria no convés do porta-aviões russo Admiral Kuznetsov no Mediterrâneo - Sputnik Brasil
Áreas livres de terrorismo na Síria aumentaram em 2,5 vezes graças à Rússia
Segundo Al Kadiri, graças às ações do exército sírio, foram libertados os depósitos de trigo em seis províncias: Al-Hasakah, Deir ez-Zor, Raqqa, Aleppo, Idlib e Hama. Entretanto, o Estabelecimento Público para Distribuição do Trigo sírio e o Ministério do Comércio Interno fazem todo o possível para prestar ajuda aos camponeses no transporte do trigo recolhido até aos silos.

Granjeiros sírios contaram à Sputnik Árabe que a falta de equipamento agrícola moderno dificulta bastante os trabalhos, principalmente, na recolha do trigo. Muitos camponeses têm de ceifar o trigo manualmente, aumentando significativamente o custo do trigo. Os respondentes frisaram também a necessidade de uma distribuição justa e atempada de produtos petrolíferos destinados aos granjeiros.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала