Kim Jong-un ordena exército a ficar de prontidão para 'atacar a qualquer momento'

© REUTERS / KCNANesta foto sem data que foi divulgada pela Agência Central de Notícias da Coreia do Norte em Pyongyang no dia 7 de Março de 2017, o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un supervisou o lançamento de mísseis balísticos das unidades da artilharia de Hwasong das Forças Estratégicas do Exercito Popular da Coreia
Nesta foto sem data que foi divulgada pela Agência Central de Notícias da Coreia do Norte em Pyongyang no dia 7 de Março de 2017, o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un supervisou o lançamento de mísseis balísticos das unidades da artilharia de Hwasong das Forças Estratégicas do Exercito Popular da Coreia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, teria dito que os EUA devem fazer a "escolha certa" para evitar um conflito entre os dois países.

A agência de notícias estatal da Coreia do Norte informou que o presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un, foi informado sobre um teste de mísseis perto de Guam, território dos EUA no Pacífico.

General Joseph Dunford - Sputnik Brasil
General dos EUA: estar pronto não significa querer guerra com Coreia do Norte
Kim Jong-un acrescentou que os EUA devem fazer a "escolha certa" para evitar um conflito entre as duas nações. Ele também ordenou que seus generais preparassem os militares para uma ataque se ele decidir que é necessário.

Na semana passada, Pyongyang prometeu concluir até o fim de agosto um plano para lançar quatro mísseis de alcance intermediário na direção da ilha de Guam, no Oceano Pacífico, que abriga bases militares dos EUA. A ideia ampliou as tensões entre os dois países.

Recentemente, Trump emitiu uma nova ameaça contra a Coreia do Norte, dizendo que os militares dos EUA estavam "trancados e carregados". Anteriormente, o presidente norte-americano havia declarado que a Coreia do Norte iria receber "fogo e fúria" em casos de novas ameaças de Pyongyang.

A Coreia do Norte, por sua vez, acusou os EUA de levar a Península Coreana à beira da guerra nuclear, deixando as potências mundiais alarmadas com a escalada da tensão.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала