'Ainda nenhuma revolução colorida melhorou a vida de alguém'

© Sputnik / Aleksei VovkNacionalistas ucranianos celebram o terceiro aniversário do início dos protestos do Maidan, que, através de violentos combates às forças governamentais, foram responsáveis pela mudança do poder na Ucrânia
Nacionalistas ucranianos celebram o terceiro aniversário do início dos protestos do Maidan, que, através de violentos combates às forças governamentais, foram responsáveis pela mudança do poder na Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, expressou a esperança que no território dos países pós-soviéticos nunca mais acontecerão "revoluções coloridas", frisando que ainda nenhuma delas melhorou a vida de alguém.

"Eu espero que não", respondeu Lavrov à pergunta de uma participante do fórum russo Territoriya Smyslov (Território dos Significados em português) se poderá acontecer mais alguma "revolução colorida" no território dos países pós-soviéticos.

"Porque ainda não houve nenhuma experiência de alguma chamada revolução colorida que tivesse melhorado a vida. Não é apenas em relação aos países pós-soviéticos, mas também em outras regiões do mundo, onde forças externas tentam derrubar o governo e apoiar a oposição. Eu acho que a experiência da última década, ou 15 anos, revela que os próprios povos têm começado percebendo isso, depois de se tornarem, eu peço desculpas, em cobaias nesses planos", esclareceu a sua posição o ministro russo.

Confrontos em Caracas, Venezuela - Sputnik Brasil
Para diplomata venezuelano, no seu país decorre ativamente uma revolução colorida
Mas ele sublinhou também que ninguém desiste desses planos. "Eu já expliquei como em cada país a embaixada norte-americana tenta ativamente influenciar, principalmente a oposição. Os estadunidenses têm uma filosofia especial: mesmo quando eles consideram legítimo algum governo e não têm nada contra ele, o continuam mantendo sob pressão, mostrando que eles colaboram com a oposição. É uma teoria do caos controlado em miniatura, quanto mais a situação ferve, mais fácil é para os norte-americanos observar esse caldo e o temperar do jeito que acham melhor", explicou Lavrov.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала