Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Será que Idlib se tornará um novo ponto quente da Síria?

© Sputnik / Ilya Pitalev / Abrir o banco de imagensSoldados da artilharia do exército sírio na província de Idlib, no noroeste da Síria (foto de arquivo)
Soldados da artilharia do exército sírio na província de Idlib, no noroeste da Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Na província síria de Idlib se observa um aumento de tensão e os militantes estão entrando em confrontos intensos entre si.

Homem com máscara de oxigênio depois do alegado ataque químico na cidade de Khan Shaykhun,em Idlib, Síria, em 4 de 2017 - Sputnik Brasil
OPAQ não quer enviar especialistas para investigar ataque químico em Idlib, na Síria
O especialista sírio na área de estratégia militar, major-general Muhammed Abbas, disse à Sputnik Árabe que a tensão crescente em Idlib é perigosa não só para a Síria, mas também para todo o mundo.

O major-general disse que "para o exército sírio a libertação de Idlib é a próxima tarefa depois de Arsal e Deir ez-Zor. É muito importante, tendo em conta a posição fronteiriça da província de Idlib".

O especialista disse que em Idlib agora há uma grande quantidade de militantes, que anteriormente tiveram a opção de abdicarem do terrorismo e aderirem ao exército sírio ou se retirarem para Idlib e ficarem entre os terroristas do Daesh (uma organização terrorista proibida na Rússia e muitos outros países).

Segundo outro especialista sírio, o major-general Muwafak Jumaa, a maioria dos terroristas nessa área não são naturais da Síria e por isso vão combater ou deixar o país. Ele pensa que os combates nesta região serão muito intensos por que os terroristas valorizam muito suas posições nesta região.

Habitantes da cidade de Deir ez-Zor, foto de arquivo - 26 de setembro, 2013 - Sputnik Brasil
Coalizão encabeçada por EUA mata civis em Deir ez-Zor
A província fica na fronteira com a Turquia, e os terroristas assim têm acesso aos portos marítimos. Mas o governo da Síria não está disposto a permitir tal situação, disse Muwafak Jumaa.

Os representantes da Rússia, da Turquia e do Irã vão discutir em 8 e 9 de agosto em Teerã o fortalecimento das zonas da desescalada na Síria. O chanceler russo comunicou recentemente que os lados planejam acordar a criação de uma tal zona na província de Idlib.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала