Ministério Público da Venezuela denuncia cerco militar à sua sede

© REUTERS / Marco BelloVenezuela's National Guards stand guard at the National Electoral Council (CNE) headquarters in Caracas, Venezuela, April 21, 2016.
Venezuela's National Guards stand guard at the National Electoral Council (CNE) headquarters in Caracas, Venezuela, April 21, 2016. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério Público da Venezuela denunciou nesta sábado o cerco à sua sede, localizada no centro de Caracas, por oficiais da Guarda Nacional.

"Rechaço o assédio ao Ministério Público venezuelano. Denuncio esta arbitrariedade à comunidade nacional e internacional", escreveu a procuradora-geral da Venezuela, Luisa Ortega Díaz, em sua conta no Twitter.

Díaz compartilhou fotografias dos militares nas imediações do prédio do Ministério Público.

​A operação da Guarda Nacional ocorreu antes da primeira sessão da Assembléia Nacional Constituinte, agendada para este sábado.

Os membros da Assembleia indicaram que entre os primeiros passos a serem tomados estaria a reforma do Ministério Público.

Por sua parte, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, na sexta-feira, acusou a procuradora-geral de proteger grupos violentos que protestavam contra o seu governo.

"Se aqui houvesse uma Procuradoria que atuasse a tempo todos esses manifestantes violentos estariam encarcerados", disse na sexta-feira o presidente da Venezuela. 

A procuradora-geral, uma figura próxima ao ex-presidente Hugo Chávez, entrou em conflito com o governo atual após ter denunciado, em fins de março, a ruptura da ordem democrática no país, bem como a violação de direitos humanos pela polícia e militares.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала