Entidade financiada pelo governo americano lança portal para 'vigiar' a Sputnik

© Sputnik / Aleksei Filippov / Abrir o banco de imagensAgência de notícias Sputnik
Agência de notícias Sputnik - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta quarta-feira (2), a organização não governamental Aliança para Proteção da Democracia, apoiada pelo German Marshall Fund (GMF) que, por sua vez, é parcialmente financiado pelo governo americano, lançou um site que visa vigiar "a propaganda russa", particularmente, as comunicações das mídias russas, entre outras, do RT e da Sputnik.

"A plataforma de informações Hamilton 68 aberta hoje no âmbito da Aliança para Proteção da Democracia propõe dar uma olhada aos esforços empreendidos com o fim de divulgar propaganda e desinformação russas", diz-se no site do centro.

A página também comunica que o sistema vigia o conteúdo de "600 contas no Twitter relacionadas com as operações de influência russas". Particularmente, no portal aparecem mensagens das contas do RT, da Sputnik e da página em inglês da chancelaria russa.

Vale ressaltar que o portal divide-se em duas secções, sendo que na primeira é apresentado "o conteúdo das páginas do Twitter das mídias que, segundo se considera, são controladas pelo governo russo". Já na segunda, fica "o conteúdo de bots e trolls", ou seja, se publicam os temas "promovidos pelas contas do Twitter ligadas às campanhas de influência russa", dado que lá se pode aparecer "tanto conteúdo noticioso verossímil como 'fake news".

Editora-chefe da Spuntik e RT, Margarita Simonyan (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Editora-chefe da Sputnik diz não entender as 'democráticas' recomendações francesas
No relatório de financiamento de 2016, publicado no site do GMF, indica-se que a fundação recebeu subsídios no valor de mais de 2,2 milhões de dólares do governo federal americano.

Recentemente, o tema da luta contra as mídias russas tem se intensificado no Ocidente. Em novembro o Parlamento Europeu adoptou uma resolução sobre o tema, qualificando a Sputnik e o RT como principais ameaças.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала