Países submetidos a sanções vão defender seus interesses

© Sputnik / Sergei GuneevO porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov no Kremlin
O porta-voz do presidente russo Dmitry Peskov no Kremlin - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Todos os países que enfrentam a ilegalidade das sanções dos EUA, incluindo o Irã, vão defender seus interesses, disse o porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov, aos jornalistas.

"Em geral, consideramos esta política das sanções como limitada, ilegal e inviável. Por isso, sem dúvida, todos os países pretendem defender os seus interesses, os países que enfrentam essa ilegalidade pretendem e vão defender seus interesses. Todos têm que aceitar isso com compreensão", disse Peskov, respondendo à pergunta sobre as sanções dos EUA contra o Irã.

Kim Jong-un observa míssil balístico de longo alcance Hwasong-12. - Sputnik Brasil
Rússia: diálogo, e não sanções, irá resolver crise com a Coreia do Norte
Na quarta-feira (2), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou o projeto de lei de novas sanções contra a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte. O Congresso norte-americano tinha votos suficientes para anular o possível veto do presidente, e o chefe de Estado, de fato, foi obrigado a assinar a lei. Mais do que isso, a assessoria de imprensa da Casa Branca divulgou dois comunicados, nos quais Trump critica o documento e explica por que ele o assinou.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала