Ministério da Defesa russo desmente número de militares mortos na Síria indicado por mídia

© Sputnik / Dmitry Vinogradov / Abrir o banco de imagensPilotos russos em Hmeymim, na Síria
Pilotos russos em Hmeymim, na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Ministério da Defesa da Rússia negou as informações da mídia sobre o aumento do número de militares mortos na Síria.

Torres do Kremlin de Moscou, agosto de 2016 - Sputnik Brasil
Kremlin: Falar das suas baixas na Síria é prerrogativa das entidades russas e não da mídia
O porta-voz do ministério russo, major-general Igor Konashenkov, desmentiu as afirmações da agência de notícias britânica Reuters sobre o número de militares russos mortos no país árabe.

"A agência de notícias britânica Reuters está tentando difamar a operação russa contra terroristas do Daesh e esta não é a primeira vez. O artigo sobre alegadas importantes 'baixas secretas' entre os militares russos na Síria, publicado especialmente no Dia das Tropas Paraquedistas russas, não é exceção. As fontes da informação são de novo apenas rumores, obtidos nas redes sociais e conversas com 'parentes e amigos' anônimos, disse Konashenkov.

Antes, a Reuters informou que as baixas da Rússia na Síria aumentaram em 2017. De acordo com a agência, o número total de soldados e militares contratados privados mortos atinge pelo menos 40 pessoas.

Mais cedo, ao comentar o artigo da Reuters, o Kremlin declarou que o Ministério da Defesa russo é a única fonte de informações oficiais sobre as baixas do exército russo na Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала