Japão diz que não vai tolerar novas provocações da Coreia do Norte

© AFP 2022 / Yoshikazu TSUNOYoshihide Suga, secretário de gabinete do Japão, durante coletiva de imprensa
Yoshihide Suga, secretário de gabinete do Japão, durante coletiva de imprensa - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário de gabinete do Japão, Yoshihide Suga, disse que o seu país não pode tolerar novas provocações da Coreia do Norte, que realizou um novo teste de míssil balístico mais cedo, confirmado também por Estados Unidos e Coreia do Sul.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, observando teste de míssil Hwasong-14 - Sputnik Brasil
Mídia: Coreia do Norte parece ter lançado um míssil
De acordo com Suga, o projétil disparado por Pyongyang voou por cerca de 45 minutos e parece ter caído em águas da zona econômica exclusiva do Japão, no mar do Leste. No entanto, não há relatos de danos provocados pelo míssil. 

O secretário destacou que o lançamento foi um ato inaceitável e consiste em uma clara violação das resoluções das Nações Unidas. Por esse motivo, ainda segundo ele, Tóquio realizará um protesto nos termos mais fortes disponíveis.

Conforme relatou a agência Reuters, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, convocaram reuniões urgentes para discutir respostas à Coreia do Norte.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала