Líder da Chechênia propõe transferir o Monte do Templo para a Jordânia

© Sputnik / Said Tsarnaev / Abrir o banco de imagensO líder interino da República de Chechênia Ramzan Kadyrov
O líder interino da República de Chechênia Ramzan Kadyrov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da República da Chechênia (sul da Rússia), Ramzan Kadyrov, comentou o ataque terrorista no Monte do Templo.

Monte do Templo, na Cidade Velha de Jerusalém - Sputnik Brasil
Mais de 30 pessoas feridas após protesto no Monte do Templo
Ramzan Kadyrov declarou que está disposto a se demitir e dedicar sua vida à segurança da mesquita Al-Aqsa, situada no Monte do Templo na cidade de Jerusalém.

"Estou pronto para me demitir e servir nas organizações que mantêm a segurança deste santuário de todos os muçulmanos. Para ser voluntário e manter a segurança da Mesquita de Al-Aqsa para o resto da minha vida", escreve ele no Telegram, comentando o ataque terrorista no Monte do Templo em 14 de julho.

"Estou contra o uso do combate ao terrorismo como instrumento da luta política contra os muçulmanos", acrescentou ele.

Para evitar os conflitos no futuro, ele propôs transferir todos os direitos sobre o santuário muçulmano para a Jordânia, cujo rei Abdullah II é o guardião dos lugares sagrados do Islã.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала