Senadores dos EUA chegam a acordo quanto a sanções à Rússia, Irã e Coreia do Norte

Nos siga noTelegram
O presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado, Bob Corker, declarou que o Senado dos EUA chegou a um acordo para aprovar um novo projeto de lei de sanções que afeta a Rússia, o Irã e a Coreia do Norte.

Bandeiras da Rússia e da União Europeia - Sputnik Brasil
Alemanha está preocupada com novas sanções dos EUA contra a Rússia
O Senado dos EUA chegou a um acordo para aprovar um novo projeto de lei de sanções que afeta Rússia, Irã e Coreia do Norte, afirmou o presidente do Comitê de Relações Exteriores do Senado, Bob Corker, em um comunicado de imprensa.

"Estou feliz em anunciar que chegamos a um acordo que nos permitirá enviar legislação de sanções à mesa do presidente", disse Corker nesta quarta-feira.

Mais cedo, a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou as sanções por 419 votos a favor e 3 contra. Os representantes também limitaram o poder de Donald Trump em derrubar as medidas restritivas contra Moscou.

Dmitry Peskov - Sputnik Brasil
Moscou critica novas sanções americanas contra a Rússia, Irã e Coreia do Norte
Falando à imprensa, o presidente da Casa, o republicano Paul Ryan afirmou que trata-se do pacote mais restritivo já adotado em toda a história contra os três países. Ele também justificou as sanções dizendo que Rússia, Irã e Coreia do Norte prejudicaram a estabilidade mundial.

Caso seja aprovado no Senado, o projeto de lei precisa ser sancionado por Trump. No entanto, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, já afirmou que Trump  "apoia uma linha dura em relação à Rússia e a introdução destas sanções, nomeadamente".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала