Tem russo se preparando para ser lançado ao espaço amanhã

Nos siga noTelegram
A Soyuz MS-05 será lançada amanhã e transportará três membros da tripulação Expedition 52 para a Estação Espacial Internacional. A equipe é comandada pelo russo Sergei Ryazansky, com o apoio de um engenheiro de voo europeu e outro americano. Acompanhe os últimos preparativos para o lançamento no Cazaquistão.
© NASA . Joel KowskyNave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados  para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho. - Sputnik Brasil
1/9
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
© NASA . Joel KowskyNave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados  para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho. - Sputnik Brasil
2/9
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
© NASA . Joel KowskyNave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados  para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho. - Sputnik Brasil
3/9
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
© NASA . Joel KowskyNave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados  para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho. - Sputnik Brasil
4/9
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
© NASA . Joel KowskyNave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados  para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho. - Sputnik Brasil
5/9
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
© NASA . Joel KowskyNave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados  para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho. - Sputnik Brasil
6/9
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
© NASA . Joel KowskyNave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados  para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho. - Sputnik Brasil
7/9
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
© NASA . Joel KowskyNave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados  para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho. - Sputnik Brasil
8/9
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
© NASA . Joel KowskyNave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados  para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho. - Sputnik Brasil
9/9
Nave espacial Soyuz MS-05 na posição vertical na plataforma de lançamento no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, 26 de julho de 2017. O engenheiro de voo da Expedição 52, Sergei Ryazanskiy, da Roscosmos, o engenheiro de voo Randy Bresnik da NASA e o engenheiro de vôo Paolo Nespoli da ESA (Agência Espacial Europeia), estão programados para lançar para a Estação Espacial Internacional de bordo da nave espacial Soyuz do Cosmódromo de Baikonur em 28 de julho.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала