Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Emir do Qatar afirma que está disposto a dialogar para encerrar crise no golfo Pérsico

Nos siga no
O Qatar está disposto a dialogar para resolver o impasse existente com alguns países árabes da região, mas não abrirá mão de sua soberania. Esta é a avaliação emir do Qatar, Tamim bin Hamad Al Thani, que falou sobre o assunto em um pronunciamento transmitido pela Al Jazeera nesta sexta-feira (21).

"Estamos abertos ao diálogo para resolver todas as questões pendentes, não só para o benefício de nossos povos e governos, mas também para poupar nossa região de esforços inúteis para dissipar nossos ganhos", disse.

La embajada de Catar (imagen referencial) - Sputnik Brasil
Entenda como Qatar se encontrou no meio de um bloqueio articulado
Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Egito e Bahrein cortaram laços diplomáticos e fecharam suas fronteiras com o Qatar em 5 junho, acusando Doha de apoiar grupos extremistas. O Qatar nega veementemente a acusação e argumenta que o rompimento tem motivações políticas.

Mais tarde, o grupo de países árabes publicou uma lista de 13 demandas para o restabelecimento das relações — pedindo, inclusive, o fechamento da Al-Jazeera, o fim dos laços com o Irã e a expulsão das tropas turcas baseadas no país. Doha negou os pedidos e os considerou uma afronta à sua soberania.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала