Ex-diretor da CIA: EUA devem reconhecer a Coreia do Norte como potência militar

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensAs solenidades dedicadas ao aniversário 105-o do dia de nascimento de Kim Il-sung, Pyongyang, Coreia do Norte
As solenidades dedicadas ao aniversário 105-o do dia de nascimento de Kim Il-sung, Pyongyang, Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ex-diretor da CIA e da Agência Nacional de Segurança (NSA), Michael Hayden, declarou que é possível resolver a questão nuclear da Coreia do Norte através do reconhecimento do país como potência nuclear em troca de certas obrigações.

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, com os participantes do VIII Congresso da União de Crianças da Coreia do Norte, realizado em Pyongyang - Sputnik Brasil
EUA proíbem seus cidadãos de viajar para Coreia do Norte
"Creio que um resultado satisfatório virá se nós reconhecermos, pelo menos implicitamente, a Coreia do Norte como uma potência nuclear em troca de algumas limitações em termos de quanto de energia nuclear, armas nucleares, eles terão", disse Hayden nesta sexta-feira.

Ele acredita que nos próximos anos a Coreia do Norte irá desenvolver mísseis que poderiam atingir a costa do Pacífico dos Estados Unidos.

"Esse pessoal [Coreia do norte] não vai desistir. Seria ilógico abrir mão de tais armas. É uma questão de sobrevivência do regime", disse Hayden.

De acordo com ele, a liderança da Coreia do Norte abriu o olho para o destino dos líderes no Iraque e na Líbia, e agora acredita que é isto que eles vão fazer com a liderança norte-coreana se Pyongyang abrir mão de tais armas."

O regime de Saddam Hussein no Iraque e de Muammar Gaddafi na Líbia foram derrubados com a participação ativa dos EUA e da OTAN. Hussein foi executado e Gaddafi foi morto por rebeldes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала