Rússia mostra seu 'assassino de artilharia' no salão MAKS 2017

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensSalão aeroespacial MAKS 2017
Salão aeroespacial MAKS 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Este sistema é a versão modernizada do equipamento análogo Zoopark. Analisando as coordenadas dos projéteis, minas ou mísseis, o dispositivo detecta os locais exatos de onde estes foram disparados.

Lançamento do sistema de mísseis táticos Tochka-U (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Rússia mostra o poderio dos mísseis táticos Tochka-U (VÍDEO)
Os obuseiros autopropulsados SAL M109A6 Paladin podem ser detectados numa distância de 23 quilômetros, os sistemas MLRS – de até 45 quilômetros e o sistema de mísseis táticos ATACMS (análogo do Tochka russo) – numa distância de até 65 quilômetros, comunica o Rossiyskaya Gazeta.

O radar monopulso é a base do sistema. O sistema controla automaticamente a zona da sua responsabilidade, detectando as minas, projéteis, mísseis, drones, os acompanhando e estabelecendo sua trajetória de voo deles. 

Os dados obtidos são enviados para o posto de comando, ou, no caso da necessidade, diretamente para o sistema de meios de destruição que funciona de modo automático ou semiautomático. 

​O sistema não tem problemas em atacar os alvos detectados porque o seu alcance operacional é maior do que o dos análogos norte-americanos ou da OTAN.

O radar do Zoopark modernizado é multifuncional, ele pode, além da deteção de artilharia, controlar os drones e o espaço aéreo na sua zona de responsabilidade. 

O sistema precisa só de 5 minutos para ser instalado e o mesmo tempo para abandonar a posição. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала