ONU impõe sanções a organizações e indivíduos ligados ao Daesh e à Al-Qaeda

© REUTERS / Ali HashishoBandeira do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico)
Bandeira do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou nesta quinta-feira a adoção de sanções contra oito indivíduos e organizações ligados aos grupos extremistas Daesh e Al-Qaeda, na forma de uma importante resolução voltada para o combate da prática e do financiamento do terrorismo.

Jihadistas de Frente al-Nusra afiliada a Al-Qaeda's no destruido campo de refugiados palestino Yarmuk  ao sul de Damasco - Sputnik Brasil
EUA impõem sanções a membros da Frente al-Nusra
Entre os oito novos nomes incluídos na lista negra da ONU estão líderes do Daesh no Sudeste Asiático, grupos filiados ao Daesh na Síria, militantes terroristas do Cáucaso e uma companhia de troca de dinheiro ilícito. 

De acordo com a vice-embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Michele Sison, a resolução adotada é mais um passo importante para derrotar os extremistas do Daesh, da Al-Qaeda e seus afiliados e, para o seu país, não há prioridade maior no momento. 

Sison também destacou que embora o Daesh esteja perdendo terreno na Síria e no Iraque, a ameaça imposta por seus militantes está longe do fim, e o grupo continuará tentando disseminar sua ideologia e radicalizar outros grupos ao redor do mundo.

O vice-embaixador russo Vladimir Safronkov disse que a ação era muito importante para fortalecer o regime contraterrorista, mas que a Rússia estava muito decepcionada porque alguns membros do Conselho de Segurança não aceitaram a proposta de Moscou para impor um embargo sobre todos os laços econômicos e comerciais com áreas sob controle do Daesh.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала