Vice-chanceler russo comenta 'segundo' encontro entre Trump e Putin no G20

© Sputnik / Valery Melnikov / Abrir o banco de imagensSergei Ryabkov
Sergei Ryabkov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Aqueles que acusam o presidente dos EUA, Donald Trump, de ter uma segunda reunião com o presidente russo, Vladimir Putin, durante o G20 querem minar a autoridade do republicano, avaliou o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov.

"Aqueles que levantam uma questão como essa procuram minar a autoridade do presidente Trump, criar dificuldades adicionais para ele", disse Ryabkov ao canal de televisão Rossiya 1.

Vladimir Putin e Donald Trump se reúnem pela primeira vez na cúpula do G20 - Sputnik Brasil
Cúpula do G20 em Hamburgo refletiu 'inferno' do imperialismo?
Na terça-feira, meios de comunicação estadunidenses acusaram Trump de ter uma reunião não divulgada com Putin durante a cúpula do G20, em Hamburgo. Para o diplomata russo, existe uma "fixação" na relação entre Moscou e o presidente republicano.

A Casa Branca negou as afirmações, afirmando que os dois mandatários encontraram-se de maneira breve durante um jantar do G20, mas que não houve uma segunda "reunião". Em um comunicado, a "insinuação" de uma tentativa de esconder a reunião foi classificada como "falsa, maliciosa e absurda".

O vice-chanceler russo afirmou que contatos desse tipo são comuns. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала