'Mãe de Todas as Bombas' deixa doenças da pele e olhos e outros 'presentes' no Afeganistão

© REUTERS / Força Aérea dos EUALançamento de maior bomba não nuclear dos EUA no Afeganistão, 13 de abril de 2017
Lançamento de maior bomba não nuclear dos EUA no Afeganistão, 13 de abril de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Moradores do povoado afegão de Achin, atingido pela Mãe de Todas As Bombas americana em 13 de abril, apresentam sintomas perigosos. A Sputnik falou com um funcionário do corpo de saúde localizado na área.

Segundo afirma o funcionário, os sintomas das pessoas indicam, com grande probabilidade, uma contaminação por radiação, que pode ser o resultado de presença de urânio dentro da bomba lançada pela Força Aérea norte-americana em abril.

"No raio de um quilômetro do local da queda da bomba, os animais simplesmente morreram, os que habitavam a uma maior distância morreram pouco depois. As pessoas sofrem de doenças da pele e olhos e têm problemas com o aparelho digestivo", afirmou o funcionário à Sputnik Dari tendo pedido anonimato.

Soldados da OTAN após atentado com carro-bomba no Afeganistão - Sputnik Brasil
Crime sem castigo: Grã-Bretanha e EUA 'ocultam fatos sobre morte de civis no Afeganistão'
Ele adicionou que os sintomas são extremamente perigosos e podem ter consequências gravíssimas com casos letais. Câncer, anemia, abortos espontâneos, doenças da pele — estes são os problemas que podem enfrentar os moradores locais. A explosão foi tão forte que os moradores das áreas adjacentes receberam traumas psicológicos. Depois do lançamento da bomba, a quantidade de queixas começou crescendo com progressão geométrica.

A Sputnik conseguiu falar com uma testemunha da tragédia que compartilhou suas lembranças deste dia horroroso.

"A bomba foi lançada aproximadamente às 21h00 [hora local]. As chamas eram tão grandes que eram vistas de longe. Apesar de a minha casa ficar a 20 km do local, os vidros das janelas se quebraram. Todos os animais e plantas morreram, entre as vítimas também pode haver moradores locais", lembrou Abdul Qader.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала