EUA conseguirão mudar o poder no Irã?

© REUTERS / MORTEZA NIKOUBAZLMilitares do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (CGRI)
Militares do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (CGRI) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os EUA tentam de novo, 64 anos depois, realizar seu plano intervencionista no Irã para mudar o poder neste país.

Destróier iraniano Jamaran no Golfo Pérsico - Sputnik Brasil
Chefe da CIA: Influência do Irã no Oriente Médio continua crescendo
Recentemente, os EUA retiraram o caráter secreto de documentos sobre o golpe militar no Irã em 1953. No relatório correspondente se lê como os EUA, particularmente a CIA, prepararam e realizaram uma operação para derrubar o governo democrático legitimo do primeiro-ministro eleito Mohammad Mosaddegh.

Os americanos usaram células dentro do país, aliciando as pessoas para aderirem a elas. Eles criaram uma polícia secreta especial, que foi conhecida como SAVAK (a Organização de Segurança e Inteligência Nacional), o que ajudou muito a derrubar o governo.

E agora parece que os EUA tentam usar de novo este cenário. No dia da divulgação destes documentos secretos, o secretário de Estado Rex Tillerson disse que os EUA vão continuar trabalhando para mudar o governo pacificamente, usando os elementos mencionados dentro do país.

Exercícios de sistemas de mísseis Fateh, Irã, 2012 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Irã vs. Israel: conflito armado à vista no estrangeiro?
Em uma entrevista à Sputnik Persa, o analista iraniano e especialista em política internacional do Centro de Pesquisas da Universidade de Teerã, Jalal-zade Seyid Mojtaba, disse que os americanos não conseguirão realizar este plano.

O especialista sublinha que agora o Irã é um país diferente do que era em 1953. Agora o povo decide seu destino, porque o instituto da democracia aumentou sua influência.

"É pouco provável um golpe intervencionista acontecer num país onde o poder pertence ao povo", disse ele.

Militantes curdos e árabes apoiados pelos EUA avançam em Manbij, no norte da Síria, 23 de junho de 2016 - Sputnik Brasil
Irã quer mais cooperação com Rússia para impedir ingerência dos EUA na Síria
Outro fator é que agora os EUA não têm uma grande influência sobre as autoridades iranianas.

"Os políticos e membros do parlamento iranianos não têm ligações com os americanos. Por isso, é pouco provável que os americanos consigam realizar o que querem, ou seja, mudar o poder no Irã, por causa da falta de meios de influência na vida política interna do Irã", concluiu especialista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала