Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Corrente Turca: Bulgária e Sérvia devem assinar acordo para transporte de gás russo

© Sputnik / Alexey Kudenko / Abrir o banco de imagensConstrução de gasoduto.
Construção de gasoduto. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Bulgária permitirá o trânsito de gás do projeto Turkish Stream (Corrente Turca, em inglês) pelo seu território e deve assinar um acordo com a Sérvia para isso, declarou o primeiro-ministro do país, Boyko Borisov.

Construção de gasoduto em Sochi (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Corrente Turca avança: gás russo fluirá para Europa pela Turquia
Segundo a autoridade, Bulgária já assinou um memorando para trânsito de 15,7 bilhões de metros cúbicos de gás.

"E amanhã assinaremos um acordo análogo com a Sérvia e teremos um fluxo de 10 bilhões de metros cúbicos de gás que transitará da Bulgária para a Sérvia", disse o premiê búlgaro, segundo a imprensa russa.

Mais cedo, a imprensa local revelou o fato da estatal russa Gazprom ter celebrado um acordo com a Hungria, no âmbito do mesmo projeto.

O projeto Turkish Stream foi anunciado no final de 2014 pelo presidente russo, Vladimir Putin, durante uma visita oficial à Turquia. Em novembro de 2015, o projeto foi suspenso, depois que um avião russo, Su-24, foi derrubado por um caça F-16 turco na Síria. As relações entre Moscou e Ancara foram retomadas em junho do ano passado, depois de um pedido de desculpas da Turquia à Rússia.

Em outubro de 2016, Moscou e Ancara assinaram um acordo intergovernamental sobre a construção de duas linhas submarinas do gasoduto Turkish Stream no Mar Negro. Estima-se que a capacidade anual de cada linha alcance 15,75 bilhões de metros cúbicos de gás natural.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала