Conheça detalhes da lua mais 'acrobática' de Saturno! (FOTO)

Nos siga noTelegram
A sonda Cassini capturou as fotografias mais detalhadas de Epimeteu, uma das menores luas de Saturno, cujo diâmetro corresponde a apenas 113 quilômetros. Mas a coisa mais interessante é que esse satélite orbita Saturno de modo único e excepcional.

Exoplaneta próximo a uma anã vermelha - Sputnik Brasil
Qual melhor lugar para buscar vida inteligente e sósias da Terra? Planeólogos respondem
Epimeteu é uma das luas mais extraordinárias de Saturno, que foi descoberta no século passado. Durante muito tempo, cientistas duvidaram de sua existência, acreditando ser outro satélite parecido com Jano, o deus romano das mudanças e transições.

Mas quando, em 1987, a sonda Voyager 1 atingiu esse área do Sistema Solar, enviando dados para a Terra posteriormente, revelou-se que na verdade o satélite possui duas caras.

Pode parecer estranho, mas nesse ponto existem dois planetas pequenos, ao invés de um, que estão ligados de um modo muito incomum, orbitando Saturno. Ao falar de modo figurado, esses planetas "cambalhotam" como dois acrobatas, saltando de uma órbita para outra para não ser pego pelo seu vizinho.

As "cambalhotas" acontecem com bastante frequência, ocorrem de quatro em quatro anos. Tal façanha faz com que esse par seja um objeto exclusivo no nosso Sistema Solar, informa o Laboratório de Propulsão a Jacto da NASA.

© NASA . NASA/JPL-Caltech/Space Science InstituteVista de Epimeteu, uma das luas de Saturno
Vista de Epimeteu, uma das luas de Saturno - Sputnik Brasil
Vista de Epimeteu, uma das luas de Saturno

Sercanias do grande buraco negro, no coração da galáxia ativa NGC 3783, na constelação sulina do Centauro - Sputnik Brasil
Quer um antiácido? Buraco negro supermaciço é detectado sofrendo de 'indigestão'
A Cassini é um projeto conjunto da NASA, da Agência Espacial Europeia e da Agência Espacial Italiana, lançado em 2004 com o objetivo de estudar Saturno e suas proximidades.

Em 15 de setembro de 2017, sob o comando dos engenheiros da agência, depois de uma série de 22 sobrevoos entre o planeta e seu satélite, a Cassini vai penetrar na atmosfera de Saturno, enviar as últimas informações para a Terra e se desintegrar, como uma estrela cadente, unindo-se ao planeta, o qual ela ajudou a desvendar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала