Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Síria: Missão internacional confirma que gás sarin foi usado em ataque em Idlib em abril

© AP Photo / Edlib Media CenterVítima de um ataque suspeito com armas químicas enquanto recebe tratamento em um hospital na cidade de Khan Shaykhun, na província de Idlib, na Síria
Vítima de um ataque suspeito com armas químicas enquanto recebe tratamento em um hospital na cidade de Khan Shaykhun, na província de Idlib, na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Organização para a Proibição de Armas Químicas descobriu que um sarin químico produzido por humanos foi usado no ataque na província de Idlib, na Síria, no início de abril, informou o Departamento de Estado dos EUA em comunicado de imprensa.

"Hoje, a Missão de Pesquisa de Fatos da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) emitiu um relatório confirmando que o sarin ou uma arma química semelhante ao sarin foi usado em 4 de abril de 2017, em Khan Shaykhun, na Síria", informou a nota desta quinta-feira.

Combatente das Forças Democráticas da Síria (SDF) descansa ao norte de Raqqa - Sputnik Brasil
Forças Democráticas da Síria apoiadas pelos EUA cercam completamente a cidade de Raqqa

A Coalizão Nacional das Forças da Revolução e da Oposição da Síria culpou o governo do presidente sírio Bashar Assad pelo ataque com armas químicas em Khan Shaykhun, que matou dezenas de pessoas, incluindo crianças.

Em resposta, a Casa Branca autorizou o lançamento de 59 mísseis de cruzeiro Tomahawk no aeródromo militar do governo sírio em Shayrat, em 6 de abril.

O governo sírio refutou as acusações dizendo que todas as armas químicas foram destruídas, culpando os militantes contrários ao governo pelo ataque químico.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала