Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Japão sai prejudicado por apoiar EUA em oposição à China

© AFP 2021 / Brendan SmialowskiO primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, cumprimenta o presidente dos EUA, Donald Trump, em encontro na Casa Branca
O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, cumprimenta o presidente dos EUA, Donald Trump, em encontro na Casa Branca - Sputnik Brasil
Nos siga no
O governo do Japão apoiou no dia 30 de junho as sanções introduzidas pelos EUA em relação ao banco chinês Dandong, que foi acusado de contribuir para o programa nuclear e de mísseis da Coreia do Norte.

O secretário-geral do Gabinete de Ministros do Japão, Yoshihide Suga, anunciou isso numa coletiva em Tóquio.

Os especialistas entrevistados pela agência Sputnik China pensam que a China sem dúvida vai reagir a esse passo do Japão. Isto, em particular, vai afetar os planos de realizar uma cúpula entre a China, Japão e Coreia do Sul, na qual Tóquio está muito interessado.

Cidade japonesa de Iwakuni - Sputnik Brasil
Japão autoriza deslocamento da aviação dos EUA à ilha de Honshu
No dia 29 de junho, os EUA declararam que vão inscrever o banco chinês Dandong na lista de sanções porque "ele está atuando como um condutor da atividade financeira ilegítima norte-coreana".

Durante sua coletiva, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse que a decisão de introduzir sanções contra o banco foi baseada em dados dos serviços secretos. Ele acrescentou que os EUA estão introduzindo sanções para fazer parar completamente o financiamento ilegítimo da Coreia do Norte.

Essas e outras medidas foram tomadas logo depois de os EUA reconhecerem que seus esforços para pressionar a Coreia do Norte usando a China fracassaram.

Ao escolher entre a solidariedade com os EUA no problema norte-coreano e a ameaça de piorar as relações com a China, o Japão escolheu a primeira opção. O especialista do Instituto da Pesquisa do Extremo Oriente da Academia de Ciências da Rússia, Valery Kistanov, opina que Pequim vai responder a essas ações hostis de Tóquio.

Navios japoneses voltam para os portos do seu país - Sputnik Brasil
Japão toma medidas para conter comércio com Coreia do Norte
"A China irá encontrar como responder. Em particular, a China congelou a cúpula da China, Japão e Coreia do Sul", disse o especialista, acrescentando que provavelmente o melhoramento das relações entre a China e o Japão irá abrandar muito.

O especialista da Academia Diplomática da China, Zhou Yongsheng, disse que as obrigações do Japão como aliado dos EUA criam obstáculos para melhorar as relações com a China.

"Acho que o Japão deve pensar mais sobre seu papel na região, prestando mais atenção à cooperação regional, e não se preocupar só com o apoio aos EUA. Tal aproximação ajudará o Japão e toda a região", disse Yongsheng.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала