Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Arábia Saudita prende cinco suspeitos que planejavam atacar a Grande Mesquita em Meca

© flickr.com / UmmSqueakyCaaba na cidade santa de Meca, Arábia Saudita
Caaba na cidade santa de Meca, Arábia Saudita - Sputnik Brasil
Nos siga no
As forças de segurança da Arábia Saudita detiveram cinco suspeitos de terrorismo, incluindo uma mulher, que participaram da fracassada tentativa de atacar a Grande Mesquita na cidade sagrada de Meca, disse o Ministério do Interior saudita nesta sexta-feira.

Donald Trump durante sua visita a Riade, Arábia Saudita, 21 de maio de 2017 - Sputnik Brasil
Pentágono elogiou o papel da Arábia Saudita no combate ao terrorismo
Em um comunicado, publicado pela emissora estatal Al Arabiya, o ministério afirmou que os terroristas tinham como alvo os fieis que se reuniram no local mais sagrado do Islã para celebrar o mês do Ramadã.

Os cinco extremistas alegadamente faziam parte de uma célula terrorista. Um total de três grupos terroristas estavam envolvidos nos preparativos do ataque — dois em Meca e um em Jeddah, de acordo com os relatórios do ministério saudita.

A emissora informou que um homem-bomba teria sido detectado pelas forças de segurança no distrito de Ajyad, no centro de Meca, nesta sexta-feira. Ele tentou escapar, mas depois de ficar encurralado, acionou os explosivos presos ao corpo e morreu. A explosão feriu 11 pessoas, incluindo cinco policiais.

O ministro das Relações Exteriores dos Emirados Árabes, Abdullah bin Zayed bin Sultan Al Nahyan, classificou os preparativos para o atentado de um "crime horrível" e afirmou que o evento fortaleceu a sua determinação em lutar contra o terrorismo. Bahrein, Kuwait e Egito também condenaram o atentado.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала