Berlim aprova retirada das tropas alemãs da base turca de Incirlik

© AP PhotoUm grupo de pilotos de guerra da Alemanha são vistos perto de um caça e de uma aeronave de transporte após a visita à base aérea turca de Incirlik do secretário de Defesa norte-americano, Ashton Carter, em 15 de dezembro de 2015
Um grupo de pilotos de guerra da Alemanha são vistos perto de um caça e de uma aeronave de transporte após a visita à base aérea turca de Incirlik do secretário de Defesa norte-americano, Ashton Carter, em 15 de dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os ministros alemães acabam de aprovar a decisão que prevê a retirada das tropas alemãs da base aérea de Incirlik, na Turquia.

A base militar Incirlik, na província turca de Adana - Sputnik Brasil
Faltam só duas semanas: Berlim dá ultimato a Ancara sobre Incirlik
Sendo assim, cerca de 260 efetivos, seis caças Tornado, usados para reconhecimento aéreo na Síria, e uma aeronave de reabastecimento vão ser deslocados para a Jordânia.

A decisão é seguida por uma disputa legal entre a Alemanha e a Turquia quanto à negação, por parte de Ancara, de deixar um grupo de deputados alemães visitarem a base.

O deslocamento pode levar de dois a três meses.

Presença militar alemã

A Alemanha enviou o seu contingente militar à Turquia depois dos ataques de Paris de novembro de 2015. A instalação das tropas foi parte da campanha anti-Daesh, liderada pelos EUA. Combate não é o forte da participação alemã, o contingente do país europeu se concentra em missões de reconhecimento e de reabastecimento de aeronaves da coalizão.

Recentemente, a Alemanha tentou enviar um grupo de deputados do Parlamento Federal Bundestag para monitorar as condições das tropas. A parte turca não permitiu a visita dos alemães um dia antes da mesma ser realizada. Berlim reagiu.

"Incirlik é uma boa base para combater o Daesh, mas nós não podemos aceitar o fato de não podermos visitar os nossos soldados", disse a ministra da Defesa da Alemanha, Ursula von der Leyen, nesta quarta-feira (7).

© REUTERS / Tobias SchwarzA ministra alemã da Defesa, Ursula von der Leyen, conversa com militares alemães durante uma visita à base aérea de Incirlik, onde tropas alemãs estavam instaladas, em 21 de janeiro de 2016
A ministra alemã da Defesa, Ursula von der Leyen, conversa com militares alemães durante uma visita à base aérea de Incirlik, onde tropas alemãs estavam instaladas, em 21 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
A ministra alemã da Defesa, Ursula von der Leyen, conversa com militares alemães durante uma visita à base aérea de Incirlik, onde tropas alemãs estavam instaladas, em 21 de janeiro de 2016

DETALHES A SEGUIR

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала