Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Porta-aviões USS Carl Vinson e USS Ronald Reagan deixam mar do Japão

© REUTERS / KyodoUSS Ronald Reagan da Marinha dos EUA zarpa da base de Yokosuka, 16 de maio de 2017
USS Ronald Reagan da Marinha dos EUA zarpa da base de Yokosuka, 16 de maio de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os porta-aviões norte-americanos USS Carl Vinson e USS Ronald Reagan, após concluírem treinamentos conjuntos de três dias, deixaram o mar do Japão (também conhecido como mar do Leste), informou na terça-feira o canal de TV NHK.

O porta-aviões nuclear norte-americano USS Carl Vinson da classe Nimitz foi construído em 1975. Foi lançado à água em 1980 e comissionado dois anos depois. O navio foi nomeado em homenagem a um senador do estado da Geórgia, para assinalar sua contribuição para a Marinha dos EUA. Desde 2009, se tornou o navio-almirante do grupo 1 de ataque de porta-aviões (Carrier Strike Group 1) da Marinha dos EUA. Além das suas operações numerosas, o porta-aviões também figurou em 2001 no filme Atrás das Linhas Inimigas, realizado por Owen Wilson e Gene Hackman - Sputnik Brasil
Porta-aviões USS Carl Vinson se despede da Ásia com grandes exercícios com o Japão (FOTOS)
Os porta-aviões realizaram exercícios conjuntos no mar do Japão após três lançamentos de mísseis balísticos realizados pela Coreia do Norte em três semanas. Depois de concluir os treinos, ambos os porta-aviões deixaram o mar do Japão, de acordo com o NHK. O USS Carl Vinson partiu rumo a sua base em San Diego, no estado da Califórnia, enquanto o USS Ronald Reagan voltará à base dos EUA na cidade japonesa de Yokosuka, perto de Tóquio.

O USS Carl Vinson será substituído pelo porta-avião USS Nimitz, que continuará patrulhando a parte oeste do oceano Pacífico. Em julho o USS Nimitz zarpará rumo ao oceano Índico para realizar treinamentos conjuntos com as Forças Armadas da Índia e do Japão, partindo depois ao Golfo Pérsico. No entanto, de acordo com dados do Ministério da Defesa do Japão, no caso de a situação na península Coreana agravar, o porta-aviões pode mudar o roteiro a qualquer momento.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала