Bilionário pede imunidade aos EUA para testemunhar sobre 'interferência russa' em eleições

© Sputnik / Alexey NikolskiyRussian aluminum tycoon Oleg Deripaska
Russian aluminum tycoon Oleg Deripaska - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O bilionário russo Oleg Deripaska teria se oferecido para testemunhar sobre interferência russa nas eleições presidenciais em troca de imunidade total, disseram os meios de comunicação dos EUA na sexta-feira.

Deripaska, um magnata de alumínio, processou anteriormente uma agência de notícias dos EUA após uma reportagem que denunciava indicando que ele contratou o lobista americano Paul Manafort em 2005 para promover os interesses do governo russo. Manafort serviu como coordenador de campanha para Donald Trump em 2016.

O Presidente da Federação da Rússia Vladimir Putin e seu homólogo dos EUA Donald Trump - Sputnik Brasil
Interferência da Rússia na eleição é ficção total, diz Trump na TV
O The New York Times citou três funcionários anônimos do Congresso que, alegadamente, disseram ao jornal que a Deripaska havia se oferecido para cooperar com os painéis de inteligência do Senado e da Câmara. No entanto, a oferta foi declinada por temores de que um acordo de imunidade poderia complicar as investigações.

O oligarca russo de 49 anos tem negócios nos Estados Unidos há anos e possui uma propriedade em Nova York. Ele teve dificuldades em obter um visto de negócios dos EUA depois que o Departamento de Estado expressou preocupações sobre conexões com o crime organizado, uma denúncia negada por Deripaska.

O governo russo refutou as reivindicações dos EUA que se intrometeu no processo eleitoral dos EUA, chamando-as de absurdo. O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que Moscou não teve contatos oficiais com a equipe de Trump durante a campanha presidencial.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала