Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Chanceleres da Rússia e da China querem debater Coreia, Oriente Médio e Afeganistão

© AFP 2021 / POOL / Kenzaburo FukuharaMinistro das Relações Exteriores da Rússia Sergei Lavrov com seu homólogo chinês Wang Yi
Ministro das Relações Exteriores da Rússia Sergei Lavrov com seu homólogo chinês Wang Yi - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os ministros das Relações Exteriores da Rússia e China discutirão na próxima quinta-feira, a cooperação bilateral sobre assuntos internacionais, um componente crucial da parceria estratégica russo-chinesa.

O ministro chinês das Relações Exteriores, Wang Yi, se reunirá com seu colega russo Serguei Lavrov em 26 de maio, informou o Ministério do Exterior russo em comunicado.

"Sergei Lavrov e Wang Yi vão trocar pontos de vista sobre uma ampla gama de questões atuais globais e regionais, incluindo a situação na Península Coreana, Oriente Médio, Norte da África e Afeganistão", disse a declaração do Ministério das Relações Exteriores.

Presidente chinês Xi Jinping e o presidente russo Vladimir Putin durante a sua visita oficial à China, Pequim, China, 25 de junho de 2016 - Sputnik Brasil
Rússia e China estão prontas a começar 'revolução do transporte' na Eurásia
Segundo a declaração, os dois ministros discutirão um cronograma de reuniões dos chefes de estado e contatos a alto nível político. O presidente chinês, Xi Jinping, deve visitar oficialmente a Rússia em 4 de julho.

O presidente russo Vladimir Putin reuniu-se com Wang na quinta-feira e sublinhou que a visita do chanceler a Moscou foi um importante passo preparatório para a próxima visita do líder chinês.

"Estamos considerando a sua visita como uma etapa importante na preparação do evento chave deste ano nas relações russo-chinesas, a visita oficial do presidente chinês [Xi Jinping] à Rússia… Gostaria de transmitir meus melhores votos ao presidente chinês de calorosa boas-vindas", disse Putin depois de uma reunião com Wang.

Donald Trump no colégio eleitoral de Nova York - Sputnik Brasil
EUA poderiam sobreviver a uma guerra contra Rússia e China?
A reunião de sexta-feira será a terceira entre Wang e Lavrov este ano. Os dois chefes de política externa se reuniram anteriormente em Bonn, na Alemanha, em fevereiro, e em Astana, no Cazaquistão, em abril.

O Ministério das Relações Exteriores russo sublinhou que tanto a Rússia como a China estavam a adoptar abordagens semelhantes ou idênticas à maioria dos problemas internacionais e pretendem manter uma estreita coordenação no que diz respeito à política externa.

"A Rússia é pró-ativa na assistência à presidência chinesa do BRICS, ambos trabalhando para garantir a conectividade dos projetos EAEU e OBOR (Um Cinturão, Uma Estrada)", disse o Ministério das Relações Exteriores russo no comunicado.

Ambos os países atribuem grande importância à intensificação da interação em diferentes formatos multilaterais, principalmente nas Nações Unidas, mas também na Organização de Cooperação de Xangai, nos BRICS, no G20, na Cooperação Econômica Ásia-Pacífico, entre outros.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала