EUA tencionam criar fundação de resistência à Rússia

© AP Photo / Chairman of the Joint ChiefsSenado dos EUA
Senado dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O senador democrata norte-americano, Salud Carbajal, propôs o investimento de US$ 100 milhões (R$ 328 milhões) para criação de uma fundação de resistência à Rússia. O projeto de lei em questão foi anunciado na Câmara dos Representantes dos EUA.

Prédios destruidos após ataque aéreo da coalizão internacional liderada pelos EUA na Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Ataque aéreo liderado pelos EUA mata 35 civis na Síria
O autor da iniciativa, chamada de RISK Act (Ato de RISCO), acredita ser necessário aplicar contra Moscou os métodos que foram utilizados contra a URSS na época da presidência de Donald Reagan. Consequentemente, o senador propõe recriar um grupo especial que em 1986 investigou a "atividade destruidora da União Soviética" em relação aos EUA e uma série de outros países.

Destaca-se que, segundo o projeto da lei, "o Departamento de Estado deve conduzir uma investigação em grande escala quanto aos métodos russos que visam desestabilizar instituições democráticas nos EUA e no exterior" e, em seguida, publicar o relatório dos resultados.

O senador está seguro que Moscou tenta "criar obstáculos entre EUA e Europa", "fragmentar a Europa por dentro", "aterrorizar os aliados dos EUA" e "desvalorizar a OTAN e os EUA".

Os helicópteros pretos do exército dos EU apoiam soldados durante o exercício 'Salto Nobre' da OTAN em uma escala de treinamento perto de Swietoszow Zagan, Polônia - Sputnik Brasil
Senador russo aconselha que OTAN 'foque em ameaças reais' ao invés de 'jogar com sanções'
Mais cedo, a administração do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, introduziu no fim de dezembro de 2016 sanções contra nove instituições russas, empresas e pessoas físicas, incluindo o GRU (Departamento Central de Inteligência da Rússia) e o FSB (Serviço Federal de Segurança da Rússia), por causa da alegada "interferência nas eleições" e alegada "pressão sobre diplomatas dos EUA" que trabalham na Rússia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала