Manchester: Líbios prendem pai e irmão de terrorista; 5º acusado tinha 'pacote suspeito'

© AFP 2022 / Oli SCARFFPolícia isola área um dia após um grande atentado na Manchester Arena, noroeste da Inglaterra, em 22 de maio de 2017
Polícia isola área um dia após um grande atentado na Manchester Arena, noroeste da Inglaterra, em 22 de maio de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O pai e o irmão de Salman Abedi, principal suspeito de ser o homem-bomba responsável pelo atentado em Manchester, na Grã-Bretanha, foram presos nesta quarta-feira em Trípoli, na Líbia. O incidente suicida deixou 22 mortos e ao menos 119 feridos na segunda-feira.

De acordo com a inteligência britânica, Hashem Abedi, irmão mais novo de Salman Abedi viajou no último dia 16 de abril de Trípoli para a Grã-Bretanha. Além disso, o mesmo serviço informou que ele planejava um atentado terrorista na capital da Líbia.

O porta-voz das forças antiterroristas líbias, Ahmed bin Salem, não deu outros detalhes da prisão.

Apontado como pai dos suspeitos, Ramadan Abedi disse, em entrevista à agência Associated Press que outro filho seu, chamado Ismail, foi preso na terça-feira na Inglaterra. Na mesma entrevista, ele negou que tenham sido eles a “se explodirem entre inocentes”.

“Não acreditamos em matar inocentes. Não somos assim”, ponderou.

Tido como sendo o homem-bomba responsável pelo ataque, Salman Abedi tinha 22 anos, era filho de pais líbios e possuía cidadania britânica. Ele cresceu na área ao redor de Manchester. Ele morreu no ataque.

A polícia bloqueia a estrada perto do estádio Manchester Arena em Manchester, Inglaterra, 23 de maio de 2017. - Sputnik Brasil
Serviços Secretos do Reino Unido conheciam atacante de Manchester

Já em solo britânico, a polícia prendeu a quinta pessoa suspeita de envolvimento com o atentado em Manchester, durante o show da cantora norte-americana Ariana Grande. O suspeito foi detido em Wigan, cidade que fica a 27 quilômetros a oeste de Manchester.

De acordo com os policiais, o homem detido levava consigo um pacote considerado suspeito, e que está sendo analisado pelas autoridades.

Outras três prisões de suspeitos que podem ter ligação com o ato terrorista foram realizadas em Manchester nesta quarta-feira, chegando a um total de cinco detidos até o momento.

As forças de segurança britânicas acreditam que estão lidando com uma rede terrorista instalada no país, mas não forneceram outros detalhes sobre as investigações.

Pai de suspeitos teria ligação com Al-Qaeda

Um ex-oficial líbio de segurança, Abdel-Basit Haroun, disse nesta quarta-feira que conheceu pessoalmente o pai dos suspeitos detidos, Ramadan Abedi. De acordo com ele, o patriarca da família Abedi foi membro de um grupo islâmico nos anos 1990. Tal grupo, por sua vez, tinha conexões com a rede terrorista Al-Qaeda, de acordo com Haroun.

O mesmo ex-oficial também destacou que, embora o grupo islâmico do qual Ramadan fez parte tenha se desfeito, o pai dos suspeitos seguiu envolvido com o movimento jihadista salafista, o mais extremo dentro do salafismo e que conta com Al-Qaeda e o Daesh como seus propagadores pelo mundo.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала