Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Opinião: Kiev organiza bloqueio da Transnístria por encomenda do Ocidente

Nos siga no
Ucrânia realizou um bloqueio alimentício da Transnístria. O presidente do Conselho Internacional de Compatriotas Russos Vadim Kolesnichenko, no ar do serviço russo da rádio Sputnik, opina que "Kiev tenta despoletar um conflito".

A Ucrânia proibiu o trânsito através de seu território de mercadorias alimentícias destinadas à Transnístria.

Como declarou anteriormente o ministro da Agricultura e Recursos Naturais do país Efimy Koval, o trânsito de produtos alimentícios para a República Moldava da Transnístria através do território da Ucrânia só é possível desde 20 de maio depois isso ser acordado com Chisinau. Isso decorre do comunicado que o Ministério da Agricultura do país recebeu do Serviço da Ucrânia para Assuntos de Segurança de Produtos Alimentícios e Proteção de Consumidores.

O presidente do Conselho Internacional de Compatriotas Russos Vadim Kolesnichenko explicou no ar do serviço russo da rádio Sputnik sua opinião que as autoridades de Kiev estão intencionalmente agravando a situação.

"A Ucrânia neste momento precisa de regressar à agenda internacional, por isso ela tenta 'zangar' a Rússia, criando problemas graves. O presidente da Rússia declarou que não vai deixar sem atenção e sem apoio os nossos cidadãos na Transnístria. Por isso, a Ucrânia está despoletando um conflito, esperando provocar a Rússia para ações inadequadas. Porém, o trabalho da nossa chancelaria é impecável", destacou Vadim Kolesnichenko no ar do serviço russo da rádio Sputnik.

Segundo a opinião dele, a própria Ucrânia sofre perdas por causa do bloqueio, mas as autoridades de Kiev são obrigadas a executar o "pedido".

Presidente da Moldávia Igor Dodon durante uma reunião com Vladimir Putin, 17 de janeiro de 2017 - Sputnik Brasil
Moldávia é completamente contra adesão à OTAN
"A Ucrânia também perde, porque o problema da passagem em trânsito é seu próprio dinheiro, ela se está limitando quanto a isso. Mas existe um cliente que manda. Esse cliente, como sempre, é o Ocidente. O Ocidente deve apresentar a Rússia como um monstro e enfraquecê-la. O conflito no sudeste da Ucrânia, o conflito que a Ucrânia quer começar no território da Transnístria – tudo isso visa o orçamento do Estado russo. E também se destina a provocar a Rússia para cometer ações inadequadas", declarou o político.

A Transnístria, 60% dos cidadãos da qual são russos e ucranianos, queria obter a saída da Moldávia ainda antes da desintegração da União Soviética, receando que com a onda de nacionalismo a Moldávia se juntasse à Romênia. Em 1992, depois da falha das autoridades da Moldávia em resolver o problema pela força, a Transnístria se tornou um território não controlado por Chisinau.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала