Ministério da Defesa da Rússia comenta situação do avião americano

© Sputnik / Evgeny Epanchintsev / Abrir o banco de imagensSu-30 da aviação russa
Su-30 da aviação russa - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Após a aproximação de um Su-30 russo, um avião de reconhecimento norte-americano, visto em 9 de maio por cima do mar Negro, mudou de direção e se afastou da fronteira russa.

Caça norte-americano da quinta geração F-35 - Sputnik Brasil
Caça americano F-35 é 'catástrofe nacional'
Um caça russo Su-30 da Força Aeroespacial russa foi enviado em 9 de maio para a região do mar Negro para interceptar um avião de reconhecimento norte-americano que se havia aproximado do território russo, comunicou na sexta-feira (12) o Ministério russo da Defesa. 

“Um caça Su-30 das forças da proteção aérea do Distrito Militar do Sul foi mobilizado para interceptar o alvo”, acrescentou o ministério. 

“Durante a aproximação a uma distância segura, o piloto russo identificou visualmente o objeto aéreo como um avião de reconhecimento P8A Poseidon”, acrescentou o ministério russo. 

Segundo ele, o Su-30 efetuou a manobra de “saudação”, após o que o avião norte-americano mudou de direção e se afastou da fronteira russa. 

Antes o canal Fox News informou, citando fontes oficiais, que aviões estadunidenses haviam interceptado dois bombardeiros russos Tu-95 e Tu-35 na zona do Alasca. Os aviões russos não estavam armados e se mantiveram sempre no espaço aéreo internacional. O comando da defesa aeroespacial da América do Norte (NORAD) declarou à Sputnik que o voo das aeronaves russas foi "profissional e seguro".

 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала