Lavrov: Moscou prefere as declarações de Trump

© AFP 2022 / Mandel NganPresidente dos EUA, Donald Trump, conversa por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, na Sala Oval da Casa Branca, em 28 de janeiro de 2017
Presidente dos EUA, Donald Trump, conversa por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, na Sala Oval da Casa Branca, em 28 de janeiro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Moscou, em seu diálogo com Washington, considera somente as declarações do presidente dos EUA, Donald Trump, e não as opiniões contraditórias de alguns membros do governo norte-americano, atestou o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, neste domingo.

O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson e o ministro russo das Relações Exteriores, Sergey Lavrov, agitam as mãos antes de suas conversações em Moscou, Rússia, quarta-feira, 12 de abril de 2017. As conversas de Tillerson em Moscou dependem da nova alavancagem dos EUA sobre a Síria. - Sputnik Brasil
Lavrov e Tillerson debatem soluções políticas para crise na Síria
"Geralmente dedicamos atenção ao protagonista — o presidente dos EUA, Donald Trump — que manifestou alta consideração tanto à visita do [secretário de Estado dos EUA, Rex] Tillerson a Moscou, quanto à sua conversa telefônica com o presidente [da Rússia, Vladimir] Putin. Continuaremos a empreender os nossos esforços no sentido de aprofundar as relações em áreas de interesse comum. É nisso que prestamos atenção", disse Lavrov em entrevista à emissora Mir.

Segundo o ministro, a razão por trás das declarações ofensivas dos membros da administração dos EUA pode residir no fato dos funcionários da Casa Branca ainda "não terem se ajustado um ao outro".

Em 2 de maio, Trump e Putin conversaram por telefone e discutiram a coordenação das ações na Síria no combate ao terrorismo, a situação na Coréia do Norte e as perspectivas de realizar uma reunião bilateral durante a cúpula do G20, na Alemanha. A Casa Branca classificou a conversa de "muito boa".

Tillerson visitou Moscou, em 12 de abril, onde se reuniu com ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, e com o presidente Putin. Trump elogiou a reunião e disse que as negociações foram bem-sucedidas. No entanto, Tillerson anunciou que Moscou e Washington não resolveram os seus problemas durante sua visita à Rússia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала