Congressistas mantêm 'conversas secretas' para tirar Trump da Casa Branca

© Joe Hong/APO presidente eleito dos EUA, Donald Trump (foto de arquivo)
O presidente eleito dos EUA, Donald Trump (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma reportagem publicada neste fim de semana pela revista New Yorker afirma que congressistas dos Estados Unidos estão mantendo “conversas privadas” a respeito da possibilidade de retirar o republicano da Presidência do país.

Após 100 primeiros dias tumultuados de governo, deputados e senadores do Congresso norte-americano vêm discutindo as possibilidade de Trump concluir o seu mandato ou não, sobretudo com a profusão de escândalos já mencionados em sua gestão.

A publicação aponta duas formas de Trump deixar a Presidência: por meio de um processo de impeachment, ou pela 25a emenda da Constituição do país, que permite que um presidente perca o cargo se for considerado mentalmente incapaz de ocupar o posto.

Em entrevista ao programa 'The Last Word' da rede MSNBC, o autor do artigo Evan Osnos disse que essas conversas vêm acontecendo em mesas de jantares e a pergunta gira em torno das dúvidas quanto às capacidades de Trump.

Mulher segura celular com a foto de Donald Trump - Sputnik Brasil
Canais dos EUA se recusam a exibir vídeo de propaganda dos 100 dias de Trump no poder

Há um forte temor de uma “crise constitucional” se Trump seguir até o fim do governo, principalmente com investigações acerca da ligação do presidente com a Rússia, e existe ainda a perspectiva do presidente não estar disposto a colaborar com o Congresso.

Se não for por meio de um impeachment, Trump pode ser removido pelo que prevê a 25a emenda, adicionada em 1967, e que prevê que o vice-presidente, a maioria do gabinete, ou um grupo independente de médicos, por exemplo, indicados pelo Congresso, poderiam atestar a incapacidade do presidente de seguir no cargo.

Se houver objeção presidencial, dois terços das duas Casas do Congresso são necessárias para removê-lo.

Neste ano, mais de 53 mil profissionais de saúde mental assinaram uma petição na qual asseguram que Trump “manifesta uma grave enfermidade mental que o faz ser incapaz de desempenhar completamente as suas funções de presidente”.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала