Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

CIA tentou matar Kim Jong-un? Para a internet brasileira, tudo é piada (FOTOS)

© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensПраздничные мероприятия, посвященные 105-й годовщине со дня рождения Ким Ир Сена, в КНДР
Праздничные мероприятия, посвященные 105-й годовщине со дня рождения Ким Ир Сена, в КНДР - Sputnik Brasil
Nos siga no
Mais cedo, a Coreia do Norte afirmou que a CIA e o serviço secreto sul-coreano tentaram assassinar o líder norte-coreano Kim Jong-un através de uma substância bioquímica. A internet brasileira levou tudo na piada e produziu toneladas de memes a respeito zombando do líder.

Esta internauta ficou preocupada com a tentativa americana de limar o principal entrave nas relações diplomáticas na região.

Esta outra usou memes da "webcelebridade" Tulla Luana para mostrar o descontentamento com a retórica militar dos dois lados.

Teve gente que ficou triste da suposta tentativa de atentado não ter sido bem sucedida.

​E esta se preocupou com a possibilidade de um conflito de proporções globais.

Homem vê a notícia mostrando imagens de arquivo do lançamento de mísseis da Coreia do Norte em uma estação ferroviária em Seul, em 12 de fevereiro de 2017. Nesse dia, a Coreia do Norte disparou um míssil balístico, em aparente provocação para testar a resposta do novo presidente Donald Trump, disse o Ministério da Defesa sul-coreano - Sputnik Brasil
China para Estados Unidos e Coreia do Norte: ’Parem de irritar um ao outro’
Conforme a Sputnik publicou mais cedo, a Agência Central de Notícias da Coreia alega que um grupo terrorista teria se infiltrado na Coreia do Norte. Por meio da estatal, o governo mandou seu recado:

"Vamos encontrar e eliminar sem piedade todos os terroristas da CIA norte-americana e do serviço nacional de inteligência sul-coreano que ameaçam à dignidade do líder supremo da República Popular Democrática da Coreia", advertiu Pyongyang.

As tensões entre Washington e Pyongyang aumentaram desde um teste com um míssil balístico intercontinental ter atingido o mar do Japão. Desde então, o país tem realizado testes — em sua maioria, fracassados — com regularidade, irritando o governo dos Estados Unidos que considera a ação como ameaça à segurança do seu território.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала