Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Putin e Trump discutem coordenação de esforços antiterroristas na Síria

© Sputnik / Aleksei DruzhininVladimir Putin, presidente da Rússia, ao telefone
Vladimir Putin, presidente da Rússia, ao telefone - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os presidentes de Rússia e Estados Unidos, Vladimir Putin e Donald Trump, realizaram uma conversa telefônica nesta terça-feira com foco principal nas ações dos dois países para deter os terroristas na República Árabe da Síria.

Retrato com Vladimir Putin e Donald Trump - Sputnik Brasil
Chancelaria russa: Moscou reitera disponibilidade para encontro entre Trump e Putin
"Em 2 de maio, Vladimir Putin realizou uma conversa telefônica com o presidente dos EUA, Donald Trump. Eles discutiram uma série de questões importantes entre os dois países na esfera internacional. Se concentraram na perspectiva de coordenação de ações da Rússia e dos Estados Unidos na luta contra o terrorismo internacional no contexto da crise síria", anunciou o serviço de imprensa do Kremlin

Durante essa conversa, ainda segundo Moscou, os dois chefes de Estado concordaram em intensificar o diálogo entre os seus chefes de diplomacia para encontrar opções que permitam consolidar o regime de cessar-fogo na Síria, tornando-o estável e controlado. 

"O objetivo é criar condições para lançar um processo real de resolução na Síria. Isso significa que o ministro das Relações Exteriores russo e o secretário de Estado dos EUA informarão prontamente a seus líderes sobre o progresso alcançado nessa direção."

Putin e Trump deverão realizar um encontro bilateral durante a próxima cúpula do G20, em Hamburgo, marcada para os dias 7 e 8 de julho. Além da questão síria, os dois também devem abordar o atual desentendimento entre Washington e Pyongyang, motivo de preocupação manifestada pela parte russa nesta terça-feira. 

"A situação na península coreana foi discutida em detalhes. Vladimir Putin pediu contenção e o fim das tensões", informou o Kremlin, acrescentando que Donald Trump concordou em tratar desse problema através de canais diplomáticos. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала