Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Netanyahu pede que Palestina pare de financiar terroristas

© AFP 2021 / TIMOTHY A. CLARY / Abrir o banco de imagensO primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, durante discurso na Assembleia Geral da ONU, nesta quinta-feira, 1 de outubro de 2015
O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, durante discurso na Assembleia Geral da ONU, nesta quinta-feira, 1 de outubro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta segunda-feira que a Autoridade Nacional Palestina deve parar de financiar terroristas que realizam ataques contra Israel.

Benjamin Netanyahu, premiê de Israel, em aperto de mãos com o presidente dos EUA, Donald Trump - Sputnik Brasil
Trump promete trabalhar em 'grande acordo de paz' entre Israel e Palestina
"Terroristas atacam pessoas inocentes, judeus e não judeus, em Israel e em outros países. Esses terríveis terroristas recebem um salário mensal da Autoridade Palestina. Quanto mais matam, mais recebem. Como você pode falar em paz quando, ao mesmo tempo, financia assassinos que mataram israelenses?", declarou o premier durante uma cerimônia no Monte Herzl, em Jerusalém, em homenagem às vítimas civis e militares de atentados terroristas. 

De acordo com Netanyahu, o governo palestino pagou cerca de 1 bilhão de dólares ao longo dos últimos anos a terroristas presos em Israel ou a familiares de terroristas mortos. 

Em meio a essas acusações, o presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, deverá realizar um encontro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Washington, na próxima quarta-feira, para discutir maneiras de resolver o conflito entre israelenses e palestinos com base na seleção de dois Estados.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала