Marine Le Pen afirma que abandono do euro não é a prioridade para a França

Nos siga noTelegram
A candidata à presidência francesa Marine Le Pen afirmou à estação da rádio Europe 1 que muitas medidas econômicas podem ser empreendidas antes de o país abandonar o euro e readotar a moeda nacional.

Mais cedo, o vice-presidente da Frente Nacional, Florian Philippot, disse que, antes de a França abandonar o euro, podem ser levadas a cabo diversas reformas econômicas e sociais.

"Isto não é uma condição prévia, em relação a isso há muitas medidas econômicas que podem ser tomadas e não têm nada a ver com a moeda", afirmou Le Pen à Europe 1.

De acordo com a candidata, se trata da redução de despesas das microempresas, bem como das pequenas e médias empresas, da abolição da Lei do Trabalho da ministra Myriam El Khomri e de outras medidas. Ela frisou que todas elas podem ser empreendidas imediatamente.

Anteriormente, Marine Le Pen, em uma entrevista ao jornal Parisien, afirmou que a moeda europeia comum é um "fardo" para o país e que a moeda nacional deve desempenhar o papel central na economia francesa.

Candidata francesa pela Frente Nacional, Marine Le Pen - Sputnik Brasil
Le Pen muda slogan de campanha para virar o jogo no segundo turno da França
Le Pen assinalou que quer exigir o controlo da moeda na França e tornar o euro em uma moeda "não para fazer as compras cotidianas, mas que seja usada apenas por grandes empresas no comércio internacional".

Caso seja eleita, a política está disposta a convocar um referendo nacional sobre o abandono do euro, já que está convencida de que a moeda europeia comum não é viável devido às diferenças de competitividade dos diferentes países.

No domingo, 23 de abril, a França efetuou o primeiro turno das presidenciais. Um total de 11 candidatos concorriam ao posto de chefe de Estado. De acordo com os dados finais publicados pelo Ministério do Interior francês, no primeiro turno Emmanuel Macron, líder do movimento "En Marche!" e ex-ministro da Economia do país, ficou com 24,01% dos votos, enquanto sua a principal rival da Frente Nacional, Marine Le Pen, obteve 21,35%. Ambos os candidatos foram apurados para o segundo turno, que se realizará em 7 de maio.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала