'Divisão entre Ocidente e Oriente é cada vez maior'

© AFP 2022 / PRAKASH SINGHEncontro entre o premiê indiano, Narendra Modi (à direita) e o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan (à esquerda), em 1 de maio de 2017 em Nova Deli
Encontro entre o premiê indiano, Narendra Modi (à direita) e o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan (à esquerda), em 1 de maio de 2017 em Nova Deli - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na sequência do seu encontro com o premiê indiano, Narendra Modi, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, falou sobre a ascensão do populismo no mundo e a divisão crescente entre as regiões do Ocidente e do Oriente.

Presidente da Turquia Tayyip Erdogan. 16 de março, 2016 - Sputnik Brasil
Turquia e Índia podem deixar de usar o dólar
"Também trocamos ideias sobre os eventos internacionais. O populismo está em ascensão por todo o mundo. Aumentam as diferenças em relação à religião e gênero. A divisão entre o Oriente e o Ocidente se realça cada vez mais. Especialmente, na Europa estão crescendo a xenofobia e o racismo cultural, que nem uma hera venenosa", afirmou Erdogan durante uma entrevista coletiva organizada após as negociações com Modi em Nova Deli.

Erdogan, que está agora na Índia em visita de Estado, a primeira desde o ano de 2008, acrescentou que "ao longo de toda a história temos sido lar para várias civilizações".

"Não se deve ter medo das diferenças como se fossem ameaças, é preciso entendê-las pela riqueza. Acredito que a Índia e a Turquia necessitam de uma cooperação profunda e de solidariedade em relação aos assuntos internacionais e regionais. Para que a paz global seja instalada, para que a prosperidade e a estabilidade triunfem, a Turquia e a Índia devem se aproximar uma da outra", afirmou o líder turco.

O premiê indiano Modi, por sua vez, destacou o problema do terrorismo internacional.

"A ameaça crescente do terrorismo é um objeto de preocupação comum para nós. Tivemos uma discussão alargada com o presidente [turco] quanto ao assunto.

Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia - Sputnik Brasil
Vitória de Erdogan é semelhante à de Hitler? Die Welt provoca, Facebook reage
Acordamos que nenhuma intenção, objetivo ou razão podem justificar o terrorismo. Os países do mundo devem trabalhar juntos para combater o terrorismo, impedir o financiamento [dos terroristas] e a sua passagem através das fronteiras. O presidente e eu acordamos em trabalhar juntos para solidificar nossa cooperação tanto no nível bilateral, como no multilateral para enfrentar esse desafio de modo eficiente", declarou o primeiro-ministro da Índia aos jornalistas.

Erdogan, em seu discurso, realçou que a "Turquia sempre estará ao lado da Índia, com toda a solidariedade em relação à luta contra terrorismo".

Outro tema em destaque das conversações foi a reforma da ONU, adiantou o premiê indiano.

"Também discutimos a necessidade de uma reforma abrangente da ONU, inclusive a ampliação do Conselho de Segurança, para que este seja mais representativo, responsável e eficaz. Acordamos em que o Conselho de Segurança deve refletir os objetivos do século XXI e não os do século passado", acrescentou.

Em resultado das negociações, Modi e Erdogan assinaram três documentos — um Plano de Intercâmbio Cultural até 2020, um memorando de entendimento entre o Instituto do Serviço Diplomático da chancelaria indiana e a Academia Diplomática turca e, finalmente, um memorando de entendimento na cooperação no campo de tecnologias informativas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала