Rússia: opções militares para a Coréia do Norte são 'inaceitáveis'

Nos siga noTelegram
A Rússia afirmou nesta sexta-feira, dia 28, que opções militares para a questão da Coreia do Norte são “completamente inaceitáveis” e teriam “consequências catastróficas”.

O vice-ministro das Relações Exteriores russo, Gennady Gatilov, afirmou ao Conselho de Segurança da ONU que a proposta da China de reabrir o diálogo com a Coréia do Norte deve ser analisada seriamente e que apenas sanções não irão funcionar.

Kim Jong-un, líder norte-coreano, observa treinamentos do Exército Popular da Coreia - Sputnik Brasil
Foreign Policy: Ocidente adora pensar que líder norte-coreano é louco e assassino
A China propõe que a Coréia do Norte congele seus programas militares em troca de uma pausa dos exercícios militares entre os Estados Unidos e a Coréia do Sul. Para o vice-chanceler russo, são “ideais que merecem uma atenção séria”.

“Nós precisamos achar canais de comunicação com a liderança da Coreia do Norte, e levá-los para um diálogo sério na questão de armas nucleares e mísseis”, afirmou Gatilov.

A pauta da reunião do Conselho de Segurança é buscar uma resposta global aos testes militares de Pyongyang. O país asiático está buscando construir um míssil de longo alcance para, possivelmente, atingir os Estados Unidos com uma arma nuclear. Ao todo, a Coréia do Norte já realizou cinco testes nucleares, dois deles no ano passado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала