Instalação do THAAD enfurece sul-coreanos

© AP Photo / Ahn Young-joonProtestos contra implementação do THAAD americano na Coreia do Sul, Seul, 13 de abril de 2017
Protestos contra implementação do THAAD americano na Coreia do Sul, Seul, 13 de abril de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Cidadãos e ativistas locais estão condenando a operação secreta para mobilizar o sistema de defesa antimísseis THAAD da Lockheed Martin, na província de Gyeongsang, na Coreia do Sul.

In this photo provided by U.S. Forces Korea, a truck carrying parts of U.S. missile launchers and other equipment needed to set up the Terminal High Altitude Area Defense (THAAD) missile defense system arrive at Osan air base in Pyeongtaek, South Korea, Monday, March 6, 2017. - Sputnik Brasil
Cidadãos da Coreia do Sul: THAAD é um navio naufragado com povo coreano a bordo
Um grupo de ativistas na área disse ao Korea Times que o movimento de equipamento militar para o THAAD no meio da noite "é nada menos que sujeitar-nos à lei marcial militar".

Em 26 de abril, Sputnik informou sobre o posicionamento da infra-estrutura do THAAD em um campo de golfe na Coréia do Sul. Logo em seguida, segundo Yonhap, confrontos estouraram entre forças policiais e manifestantes.

O Ministério da Defesa sul-coreano estima que o THAAD estará operacional até o final de 2017.

Aproximadamente 8 mil policiais armados, equipados com escudos anti-motim, formaram um perímetro na quarta-feira às 4h50 da madrugada, enquanto os radares e os lançadores de mísseis transportáveis ​​foram transferidos para o campo de golfe onde está planejada a instalação do THAAD. De acordo com uma declaração da Confederação Coreana de Sindicatos(KCTU), "nada demonstra melhor o desespero e a ilegitimidade do governo do que a hora em que equipamento foi transportado, antes do amanhecer".

Na opinião dos moradores, a militarização não melhora seu senso de segurança, mas, ao contrário, torna a situação mais arriscada. "O governo está colocando em risco as vidas e a segurança dos moradores de Seongju por meio de novas tensões na península coreana", disse o KCTU.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала