UE não vai participar da investigação à explosão do carro da OSCE em Donbass

© REUTERS / Gleb GaranichMonitores da OSCE observam aumenta nos conflitos no Leste da Ucrânia
Monitores da OSCE observam aumenta nos conflitos no Leste da Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A União Europeia não vai investigar a explosão do carro da OSCE em Donbass, comunicou o chefe da representação da UE na Ucrânia.

O vice-chefe da missão da OSCE na Ucrânia, Alexander Hug, visita a área bombardeada em Yasinovataya - Sputnik Brasil
EUA se dizem 'chocados' com morte de norte-americano na Ucrânia durante missão da OSCE
No dia 23 de abril, perto do povoado de Dolgoe, um carro da equipe da SMM (missão de monitoramento especial) da OSCE explodiu após passar sobre uma mina antitanque. Um observador morreu por causa do incidente.

"A UE é a fonte principal de ajuda no âmbito da OSCE e vamos continuar dando a contribuição principal. Estamos prontos para o reforço da nossa interação com a OSCE e esperamos que seja realizada uma investigação completa", comunicou o chefe da representação da UE na Ucrânia Hugues Mingarelli aos jornalistas.

Entretanto, respondendo à questão se a UE vai participar da investigação deste incidente, ele afirmou: "Não penso assim".

© Foto / Milícia popular de Lugansk  / Abrir o banco de imagensO carro da equipe da SMM da OSCE explodiu após passar sobre uma mina antitanque
O carro da equipe da SMM da OSCE explodiu após passar sobre uma mina antitanque - Sputnik Brasil
O carro da equipe da SMM da OSCE explodiu após passar sobre uma mina antitanque

As autoridades da Ucrânia começaram em abril de 2014 sua operação militar contra as repúblicas autoproclamadas de Lugansk e Donetsk. Segundo os dados da ONU, mais de 10 mil pessoas foram vítimas deste conflito. Já foram aprovados três acordos que regulamentam os passos para normalizar a situação, mas as partes em confronto continuam combatendo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала