Rússia reforça gastos militares apesar das sanções

© Sputnik / Ilya Pitalev / Abrir o banco de imagensVeículos blindados de trasporte de pessoal BTR-MDM Rakushka durante os treinamentos para a parada militar no Dia da Vitória, Alabino, arredores de Moscou, Rússia, abril de 2016
Veículos blindados de trasporte de pessoal BTR-MDM Rakushka durante os treinamentos para a parada militar no Dia da Vitória, Alabino, arredores de Moscou, Rússia, abril de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia tornou-se o terceiro país que mais gastou com Defesa no mundo em 2016, mesmo com os baixos preços do petróleo e as sanções econômicas contra o país.

De acordo com o estudo revelado pelo  Instituto Internacional de Pesquisa de Paz de Estocolmo neste domingo (23), os gastos militares da Rússia foram de 69,2 bilhões de dólares em 2016, um aumento de 5,9% em relação a 2015. O relatório revela também que é a maior proporção de seu PIB em gastos militares desde que a Rússia se tornou um Estado independente.

Tropas norte-americanas passam através Alemanha para Leste Europeu - Sputnik Brasil
EUA pretendem aumentar sua presença militar na Europa para conter a Rússia
"Este aumento dos gastos e a carga pesada sobre a economia vem em um momento em que a economia russa está com sérios problemas devido aos baixos preços do petróleo e do gás e as sanções econômicas impostas desde 2014", diz o documento. 

A Arábia Saudita foi o terceiro país que mais gostou com equipamentos militares em 2015, mas caiu para o quarto lugar em 2016, uma vez que suas despesas caíram 30%, somando 63,7 bilhões de dólares, "apesar de seu envolvimento contínuo em guerras regionais", segundo a instituição.

Os EUA continuaram a ser o principal gastador militar, uma vez que as suas despesas cresceram 1,7% entre 2015 e 2016 para 611 bilhões de dólares, enquanto a China aumentou as suas despesas em 5,4% para 215 bilhões de dólares.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала