Moscou comenta possibilidade de introduzir sanções contra Coreia do Norte

© Sputnik / Aleksei Druzhinin/Anton Denisov/Serviço de imprensa do presidente russo  / Abrir o banco de imagensEstrela de rubi de uma das torres da fortaleza do Kremlin. Ao fundo, Grande palácio do Kremlin (foto de arquivo)
Estrela de rubi de uma das torres da fortaleza do Kremlin. Ao fundo, Grande palácio do Kremlin (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
"A Rússia nunca foi partidária da linguagem de sanções. Acreditamos que é irracional e não tem perspetivas", disse Peskov aos jornalistas comentando as possíveis medidas conta a Coreia do Norte.

"Sem dúvida, deve ser exercida alguma influência internacional para fazer com que todas as partes sejam moderadas e prudentes na situação que se agravou sem precedentes. Estamos muito preocupados com isso já que falamos de um país que fica perto das nossas fronteiras, no Oriente", disse Peskov aos repórteres.

Cidade de Pyongyang, Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Sob sanções, Pyongyang expressa desejo de fortalecer laços com Moscou
O Conselho da Segurança da ONU impôs sanções contra a Coreia do Norte em 2016 em resposta ao teste nuclear e lançamentos de mísseis. Posteriormente, o Japão, a Coreia do Sul e os EUA introduziram sanções adicionais contra o país.  

Em março, o secretário de Estado norte-americano Rex Tillerson disse que Washington estava considerando introduzir mais sanções conta a Coreia do Norte.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала