Coreia do Sul e EUA acordam instalar sistema THAAD antes da data prevista

© AFP 2022 / JUNG YEON-JE O vice-presidente norte-americano Mike Pence aperta as mãos com o presidente interino Hwang Kyo-Ahn durante uma coletiva de imprensa após a reunião em Seul em 17 de abril de 2017.
O vice-presidente norte-americano Mike Pence aperta as mãos com o presidente interino Hwang Kyo-Ahn durante uma coletiva de imprensa após a reunião em Seul em 17 de abril de 2017. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Coreia do Sul e os EUA estão decididos a punir a Coreia do Norte no caso de futuras "provocações", disse na segunda-feira (17) o presidente interino sul-coreano Hwang Kyo-ahn depois das negociações com o vice-presidente norte-americano Mike Pence em Seul.

"A República da Coreia e os EUA vão tomar medidas punitivas no caso de provocações futuras por parte da Coreia do Norte", cita a agência sul-coreana Yonhap o presidente interino Hwang Kyo-ahn.

Cidade de Pyongyang, Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Sob sanções, Pyongyang expressa desejo de fortalecer laços com Moscou
Segundo ele, o primeiro-ministro também afirmou que acordou com Pence instalar e pôr em funcionamento o sistema de intercepção de mísseis balísticos THAAD o mais breve possível.

"A aliança coreano-americana é um pilar da paz e prosperidade na Península Coreana e no Noroeste Asiático", destacou Hwang Kyo-ahn.

Por sua vez, Pence confirmou que os EUA continuarão fiéis ao compromisso com a segurança sul-coreana, independentemente dos resultados das eleições presidenciais de 9 de maio na Coreia do Sul.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала