Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Trump recusa-se a confirmar autorização para uso de bomba gigante no Afeganistão

© Sputnik / Stringer / Abrir o banco de imagensTomada de posse do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, em Washington
Tomada de posse do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, em Washington - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente dos EUA, Donald Trump, recusou-se a assumir a responsabilidade pela utilização da "mãe de todas as bombas" do Pentágono, que é considerada a sua mais poderosa arma não nuclear.

GBU-43/B - Sputnik Brasil
Estados Unidos lançam sua maior bomba não-nuclear no Afeganistão
Trump contornou a pergunta de um repórter sobre se teria autorizado o ataque. Ele rebateu dizendo: "Todo mundo sabe o que aconteceu". O presidente seguiu afirmando que "o que eu faço é autorizar meus militares".

A GBU-43 é uma ogiva convencional pesando 22,600 libras (10.300 kg) projetada durante a Guerra do Iraque. Trump disse que estava "muito, muito orgulhoso das Forças Armadas" por ser um "evento de sucesso".

"Demos-lhes autorização total… é por isso que eles têm sido tão bem sucedidos ultimamente", acrescentou Trump.

"Se você olhar para o que aconteceu nas últimas oito semanas contra o que aconteceu nos últimos oito anos", ele continuou, "você verá que há uma tremenda diferença".

Trump acrescentou que não sabia se o ataque no Afeganistão enviaria uma mensagem para Pyongyang. "Não faz qualquer diferença se envia ou não", completou.

O presidente disse que a Coreia do Norte é "um problema" que "será resolvido". Ele ressaltou que Pequim "tem trabalhado muito duro" na questão. "Eu realmente cheguei a gostar e respeitar o presidente chinês Xi Jinping", ele continuou, chamando-o de "pessoa incrível". "Vamos ver como vai ser, eu acho que ele vai tentar."
Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала