Pequim elogia cancelamento da visita de Duterte à ilha disputada no mar do Sul da China

© AP Photo / Wu Hong/PoolPresidente das Filipinas, Rodrigo Duterte
Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
China avaliou como positivo o cancelamento da visita do presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, a uma das ilhas disputadas do mar do Sul da China, declarou o porta-voz do Ministério chinês das Relações Exteriores, Liu Kang.

Antes o presidente Duterte havia cancelado a visita agendada ao território disputado após Pequim manifestar a sua inquietação frente a tais planos. Duterte notou que aprecia a amizade com a China e que, por isso, não vai hastear a bandeira do seu país na ilha.     

"Vimos que a situação no mar do Sul da China está melhorando, que as relações entre a China e as Filipinas estão melhores e se desenvolvendo rapidamente. Esperamos que a parte filipina trabalhe conosco e resolva as divergências de maneira adequada. A parte chinesa assinala com satisfação a intenção do presidente das Filipinas de resolver as discordâncias desta forma", disse Liu Kang.

Philippine President Rodrigo Duterte (4th L) shakes hands with Russia's Rear Admiral Eduard Mikhailov at the anti-submarine navy ship Admiral Tributs at the south pier in Metro Manila, Philippines January 6, 2017 - Sputnik Brasil
Duterte: portos filipinos estão abertos aos navios militares russos
Na semana passada Duterte ordenou o envio de tropas para o território das ilhas disputadas. Ele declarou ainda a sua intenção de visitar uma das ilhas e hastear nela a bandeira do seu país. A visita deveria coincidir com o Dia da Independência das Filipinas, que se comemora em meados de junho.   

No dia seguinte a China manifestou a sua inquietação com as declarações do presidente Duterte sobre as ilhas e disse ter esperança na solução das questões com Manila da maneira adequada.  

A China e uma série de países da região, nomeadamente o Japão, o Vietnã e as Filipinas, têm divergências a respeito das fronteiras marítimas e das zonas da responsabilidade nos mares da China Oriental e da China Meridional. A China considera que as Filipinas e o Vietnã usam premeditadamente o apoio dos EUA para a escalação da tensão na região. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала