Putin comparou o ataque contra Síria com a intervenção dos EUA no Afeganistão

© AP Photo / Digital Globe/Departamento da dEfesa dos EUA/Handout via ReutersEsta foto de satélite mostra a base aérea de Shayrat, na província síria de Homs, em fevereiro de 2017
Esta foto de satélite mostra a base aérea de Shayrat, na província síria de Homs, em fevereiro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, destacou que um ataque foi realizado contra um país soberano, sem o aval da Conselho de Segurança da ONU.

O presidente da Rússia Vladimir Putin no Fórum Internacional sobre o Ártico - Sputnik Brasil
Putin: não há evidências de que Damasco usou armas químicas
O chefe de Estado russo afirmou que essa é uma grave violação do direito internacional. Apesar disso, "todos estão de acordo, aceitam isso e começam a acenar de forma positiva e a manifestar apoio". Segundo Putin, o mesmo aconteceu em 2003, quando pretextos completamente irreais foram usados para uma intervenção militar no Afeganistão.

"Agora o país está destruído. Aliás, justamente depois disso que começou um crescimento desmedido das organizações terroristas, dos movimentos, surgiu o Daesh, bem como outras organizações. Todos sabem disso, todos entendem, mas estão cometendo o mesmo erro novamente", concluiu Vladimir Putin, durante uma entrevista concedida à emissora Mir 24.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала