Morte das galáxias: suicídio ou assassinato?

© Foto / ESA/Hubble & NASAGaláxia na constelação de Virgo, imagem tirada pelo telescópio Hubble
Galáxia na constelação de Virgo, imagem tirada pelo telescópio Hubble - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O observatório espacial Hubble fotografou a Galáxia NGC 4536, que está localizada na constelação de Virgo. Lá, as estrelas nascem tão rapidamente que a galáxia não é capaz de completar suas reservas de gás, e por isso, está morrendo, informa o site oficial do telescópio espacial.

Estrela anã GJ 1132b - Sputnik Brasil
Descoberta incrível: Cientistas revelam que exoplaneta parecido com a Terra tem atmosfera
Quase metade das galáxias que rodeiam a Via Láctea está "morta" do ponto de vista da evolução cosmológica — estrelas já não nascem nas galáxias em questão e os corpos celestes que existem "ficam vermelhas" e se apagam. A razão por trás desta questão ainda não foi descoberta, mas há muitas hipóteses, diz o site.

Por exemplo, o astrônomo russo-alemão, Aleksei Finogenov, acredita que as galáxias morrem por causa de sua "glutonaria", ou seja, a quantidade de "materiais de construção de estrelas" era tão grande no passado que uma reação explosiva de surgimento de novas estrelas esgotou rapidamente suas reservas de gases neutrais.

Entretanto, outros cientistas opinam que buracos negros sejam os culpados pela morte das galáxias, pois "as sufocam" ou até mesmo devido a sua matéria escura.

No entanto, a resposta certa poderá ser dada somente através de observações de galáxias que estão na fase de crescimento. A galáxia mais próxima da Terra trata-se da NGC 4536, localizada na constelação de Virgo. Vale destacar que ela está a 50 milhões de anos-luz de distância do nosso planeta.

© Foto / ESA/Hubble & NASAGaláxia NGC 4536 na constelação de Virgo
Galáxia NGC 4536 na constelação de Virgo - Sputnik Brasil
Galáxia NGC 4536 na constelação de Virgo

A posição desta galáxia permite com que os astrônomos observem detalhadamente, com ajuda do Hubble, todas as "creches de estrelas". A investigação ajudará a entender o que acontece com o principal "material de construção" de estrelas — hidrogênio neutral. Isso revelará quem é o culpado da morte de galáxias — estrelas jovens cuja luz vermelha expulsa hidrogênio ou buracos negros que não permitem que gases novos entrem nelas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала