Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Milícia informa sobre mulheres franco-atiradoras da Europa combatendo em Donbass

© Sputnik / Valery Melnikov / Abrir o banco de imagensA situação na região de Lugansk
A situação na região de Lugansk - Sputnik Brasil
Nos siga no
A inteligência da república autoproclamada de Lugansk revelou a existência de mulheres franco-atiradoras de países europeus nas fileiras dos militares ucranianos, comunicou aos jornalistas Andrei Marochko, representante oficial da Milícia Popular de Lugansk.

"A nossa inteligência continua registrando atividade de mercenários estrangeiros na linha de contato, entre eles foram referidos grupos de franco-atiradores, na sua maioria são mulheres da Lituânia, Letônia e Polônia", disse Marochko.

Militar ucraniano em Avdeevka (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Cientista político: não há dúvidas que exército ucraniano será derrotado em Donbass
Conforme os seus dados, a situação na zona de responsabilidade da Milícia Popular de Lugansk tem tendência para agravamento. Na véspera, Marochko informou sobre mais um conjunto de equipamento militar posicionado pelas Forças Armadas da Ucrânia.

A república de Donetsk também comunicou sobre mulheres franco-atiradoras. De acordo com Eduard Basurin, vice-chefe do comando operacional da república autoproclamada de Donetsk, à zona de conflito chegou o destacamento feminino Vedmy (Bruxas) do Pravy Sektor (Setor de Direita, organização proibida na Rússia). Elas fazem fogo contra áreas de habitação situadas perto da linha do contato.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала